Notícias

Voltar
Postado em: 06/11/2018 - 13h53 | Redação

CUT e sindicatos organizam atividades de luta no mês da Consciência Negra

O Sindicato promove no próximo sábado, dia 10, um encontro do coletivo racial com o objetivo de discutir a importância de políticas públicas de combate ao racismo. O encontro contará também com uma visita ao museu Afro Brasil, no parque Ibirapuera, que é voltado a pesquisa, conservação e exposição de objetos relacionados a história do negro no Brasil.

A eleição de Jair Bolsonaro (PSL) e suas inúmeras declarações racistas durante a campanha eleitoral, transformou o tradicional mês da Consciência Negra num mês de organização da luta contra os retrocessos. “Bolsonaro já deu declarações racistas, machistas, homofóbicas e contra tudo o que acreditamos ser legítimo. Nós, negros, que lutamos por igualdade de direito, não vamos nos intimidar com esse governo, pois sempre estivemos na luta, nas ruas, dialogando com a população. O que muda é que agora sabemos que teremos de lutar muito mais”, diz  a secretária de Combate ao Racismo da CUT-SP, Rosana Aparecida da Silva.

No dia 20 de novembro, data da morte de Zumbi dos Palmares, os movimentos sociais e sindical saem às ruas na Marcha da Consciência Negra, que terá concentração em frente ao Masp, a partir das 12h.

A CUT também realizará um seminário, em parceria com a Revista Raça, no dia 3 de dezembro, às 14h30, em sua sede ( Rua Caetano Pinto, Brás,  São Paulo)

No dia 8, encerrando a programação, a CUT promove uma roda de samba e um debate sobre a participação dos negro no mundo das artes.