Notícias

Postado em: 04/10/2017 - 14h25 | Redação

Lula: eu vou voltar

Presente no ato em defesa da Petrobras, ontem (3), no Rio de Janeiro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que vai  "voltar para recuperar a autoestima deste País" e que não adianta persegui-lo. "O Lula não é o Lula, é uma ideia. É uma ideia representada por milhões de mulheres e homens. Se preparem, porque o povo trabalhador vai voltar a governar este País", afirmou.
 
Para Lula, o atual governo não tem competência e, por isso, está vendendo todo o patrimônio nacional, agindo mais como "Casas Bahia" do que como governante e "abrindo mão de instrumentos de política econômica", citando Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, BNDES, Eletrobras e Casa da Moeda, entre outras empresas, além da indústria naval.
 
"A Petrobras é um instrumento de desenvolvimento. Diziam que era impossível a gente explorar o pré-sal", acrescentou Lula, fazendo ainda menção a uma reportagem, publicada nesta terça-feira, em que empresários norte-americanos se dizem "decepcionados" com a reforma trabalhista brasileira. "Eles ainda acham que ter uma hora de almoço é muito, licença remunerada (para mulheres gestantes) é demais. O que eles querem é que este País volte ao tempo da escravidão, e a gente não vai voltar."