Notícias

Postado em: 01/12/2017 - 09h34 | Redação

Justiça suspende propaganda mentirosa de Temer sobre previdência

A propaganda sobre a reforma da Previdência que estava sendo veiculada pelo governo golpista de Temer foi suspensa pela Justiça por ser considerada manipuladora.  A juíza Rosimayre Gonçalves de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasilia, percebeu a manipulação e suspendeu, sob pena de multa diária de R$ 50 mi.

A juíza afirmou que as peças publicitárias desinformam a população ao dizer que não haverá mais recursos para a área social,  “visto que não se confundem as fontes de custeio”. Em outro trecho do documento a juíza diz: “a notícia leva a população brasileira a acreditar que o motivo do déficit previdenciário é decorrência exclusiva do regime jurídico do funcionalismo público. Essa diretriz conduz a população ao engano de acreditar que apenas os servidores públicos serão atingidos pela mudança.”

Temer, que se aposentou aos 55 anos e que recebe mais de R$30 mil por mês gastou R$ 171 milhões com a propaganda enganosa que visa enganar os trabalhadores.