Notícias

Postado em: 05/02/2018 - 12h06 | Redaçõa

Dia 19 é o Dia Nacional de Luta contra a reforma da Previdência

A CUT reafirmou  a chamada para o Dia Nacional de Luta contra a reforma da Previdência, em 19 de fevereiro. “Para derrotar o governo golpista, é preciso paralisar os locais de trabalho, fazer atos e manifestações, ocupando ruas e praças, e pressionar os parlamentares em suas bases eleitorais”, diz Vagner Freitas, presidente da CUT.

De acordo com Freitas, o que está em risco não é só o fim da aposentadoria, mas o aprofundamento do Estado de exceção. Em outras palavras, é o futuro do País que está em jogo. O resultado desta batalha decisiva dependerá do envolvimento e da disposição de luta de todos. 

Além dos atos que cada sindicato fara em suas respectivas fábricas, e das manifestações de rua, a CUT está orientando que todos enviem mensagens para os gabinetes dos deputados por meio do site Na Pressão. O objetivo é pressionar os deputados para que não votem em favor da reforma.  O governo ainda não tem o quórum necessário (308 deputados) para a provar a reforma.