Notícias

Postado em: 10/11/2017 - 11h18 | Redação

79% rejeitam deputados que aprovaram reforma trabalhista

Pesquisa feita pelo instituto Vox Populi, a pedido da CUT, detecta que 79% dos brasileiros rejeitam os deputados que aprovaram a reforma trabalhista.

O maior contingente de eleitores insatisfeitos com a reforma está na região Sudeste (86%). No Nordeste a rejeição dos trabalhadores é de 82%. No Centro-Oeste/Norte a recusa a reeleger esses parlamentares alcança 76% e no Sul, 55%.

“A grande maioria dos parlamentares está no Congresso Nacional para defender os próprios interesses e não os direitos dos trabalhadores, mas exageram tanto que correm o risco de não se reelegerem”, diz o presidente da CUT, Vagner Freitas. 

Os dados da nova rodada da pesquisa Vox Populi mostram que a rejeição a quem votou contra o trabalhador atinge todas as regiões do país, todas as faixas etárias, de renda e escolaridade.

Segundo a sondagem, 67% afirmam que a reforma  trabalhista favorece apenas os patrões. Para 15%, a nova lei não é boa para ninguém. 

A pesquisa foi realizada em 118 municípios e ouviu 2 mil pessoas com mais de 16 anos de idade. A margem de erro é de 2,2%, estimada em um intervalo de confiança de 95%.