Notícias

Postado em: 07/08/2017 - 17h18 | Redação

11 anos da Lei Maria da Penha

O Instituto Maria da Penha lançou hoje (7) o  Relógio da Violência, que traz informações sobre os tipos de  agressão que as mulheres ainda sofrem. Após 11 anos da aprovação da lei (11.340/2006), a Lei Maria da Penha, que passou a qualificar como crime a violência doméstica e familiar contra a mulher, os números ainda assutam: a cada dois segundos uma mulher  é vítima de violência física ou verbal, no Brasil. Também a cada dois segundos, uma mulher é assediada – na rua, no trabalho ou no transporte público. A cada 23 segundos é vítima de espancamento ou tentativa de estrangulamento. E de dois em dois minutos, uma mulher é morta por arma de fogo. 

A iniciativa visa  informar as pessoas para que saibam caracterizar os diversos tipos de violência contra a mulher e, assim, denunciar as violações, ampliando o acesso à lei.